Ourinhos,
Anuncie Aqui | Fale Conosco | Notícias no What’s (14) 99637-3212

Postado em 05/02/2020 às 16:57

Tarifa do pedágio de Jacarezinho será reajustada a partir desta quinta (6)

Concessionária conseguiu reverter determinação de redução dos preços no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Tarifas serão reajustadas em 25,77% nas três praças da Ecornorte, a partir da 0h desta quinta-feira (6).

 

Os preços das tarifas de pedágio em três praças da Econorte, no norte do Paraná, serão reajustadas a partir da 0h desta quinta-feira (6). As novas tarifas valem para Jataizinho, Sertaneja e Jacarezinho (cidade vizinha de Ourinhos).

A concessionária conseguiu reverter parcialmente os efeitos de uma liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determinava a redução de 25,77%. A decisão anterior, que determinava a redução, foi proferida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª (TRF-4) no dia 21 de janeiro.

O recurso foi feito dentro de uma ação civil pública de improbidade administrativa proposta pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR).

O ministro João Otávio de Noronha entendeu que como já há uma decisão anterior a essa, em outro processo, que suspendeu uma redução dos valores do pedágio na praça de Jacarezinho, a determinação de reduzir os preços nesta ação civil pública também deve ser suspensa.

"Defiro em parte o pedido de extensão para suspender a decisão liminar proferida pelo relator do Agravo de Instrumento apenas no que se refere à imposição da redução das tarifas em 25,77% nas praças de pedágios abarcadas pela concessão", concluiu o ministro do STJ.

O Governo do Estado informou que ainda não foi notificado da decisão.

Confira os novos valores do pedágio para carros:

  • Jacarezinho: de R$ 16,80 para R$ 22,70
  • Jataizinho: de R$ 18,20 para R$ 24,60
  • Sertaneja: de R$ 15,60 para R$ 21,10

Econorte divulgou nova tabela dos valores do pedágio na região norte do Paraná — Foto: Econorte/Divulgação

Investigação

A Econorte foi investigada na Operação Integração, deflagrada em fevereiro de 2018. À época, foram presos o ex-diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) Nelson Leal Júnior e o ex-diretor da Econorte Hélio Ogama.

Os dois afirmaram, em delação premiada, que havia pagamento de propinas durante a elaboração de aditivos de contratos das concessões.

As investigações apuram a prática de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, estelionato e peculato envolvendo os procedimentos de concessão de rodovias federais do Paraná que fazem parte do Anel de Integração.

 

Veja Também

DIG esclarece homicídio de morador de rua em Ourinhos
Médicos voluntários de Ourinhos criam grupo para ajudar pessoas na quarentena
Cidade da região confirma morte por dengue e contabiliza quase 200 casos
Portaria do estado de SP diz que qualquer cadáver deve ser considerado portador suspeito da COVID-19
© 2019 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn