Ourinhos,
Anuncie Aqui | Fale Conosco | Notícias no What’s (14) 99637-3212

Postado em 26/03/2020 às 21:46

Seis novos casos suspeitos de coronavírus são descartados, mas Ourinhos chega a 73 sob análise

Ao todo são agora oito casos descartados. A cidade se mantém sem nenhuma confirmação, mas possui três casos suspeitos, considerados graves, que estão internados na Santa Casa de Ourinhos.

 

Em mais uma divulgação do “Boletim Coronavírus” a Prefeitura de Ourinhos destacou o crescimento de casos suspeitos de COVID-19 no munícipio, que pulou dos 65 para os 73 casos sob análise, que aguardam confirmação ou descarte, como aconteceu com seis novos casos suspeitos, aumentando para oito os casos descartados na cidade.

A Prefeitura não detalhou nenhum caso. Confira o Boletim baixo:

 

Ourinhos contabilizou 73 casos suspeitos de coronavírus nesta quinta-feira (26). Oito casos já foram descartados.

Estão sendo classificados como casos suspeitos qualquer paciente que apresentar sintomas, além do Covid-19, gripe ou dengue.

Do total de casos suspeitos, três pacientes estão internados na Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos, dois são moradores do município e um de Sorocaba, internado em Ipaussu e transferido para a cidade.

Informação Exclusiva

O Passando a Régua teve acesso a um caso considerado suspeito de coronavírus na cidade. Uma criança de apenas um ano, que apresentou febre alta e tosse seca, foi ao “Postão Central”, na manhã desta quinta-feira, 26. Lá foi rapidamente examinada e depois dispensada para voltar para casa.

A mãe da criança recebeu um atestado médico, com a orientação de ficar pelo menos 14 dias em quarentena junto com o filho. Não foi colhido exame, que só será feito em caso de piora do quadro médico da criança, que foi medicamento  com oTamiflu infantil.  

Brasil

O primeiro mês da circulação do coronavírus Sars-Cov-2 no Brasil deixou 77 mortes e 2.915 casos confirmados. Os dados são do balanço do Ministério da Saúde, que compilam os dados repassados pelas secretarias estaduais até as 17h30 desta quinta-feira (26).

Cardíacos, homens e pessoas acima de 60 anos estão entre os grupos que tiveram mais casos graves e mortes neste mês. O balanço aponta ainda que, nesta tarde, o país tinha 194 pacientes internados em UTIs e outros 205 em enfermarias.

Em relação ao dia anterior, quando o balanço apontava 57 mortes, houve um aumento de 35%. Em relação aos casos, que somavam 2.433 casos na quarta, a alta foi de 19%. Dos casos, 1.665 estão no Sudeste. No Brasil, a taxa de letalidade é de 2,7%.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que a pasta não vai dar projeção de qual a estimativa de casos para o próximo mês, mas afirmou que não trabalha com a perspectivas de redução dos casos em abril.

 

Veja Também

SAE informa que só está fazendo leitura em hidrômetros externos e usará média dos últimos meses
Cidade da região confirma em um dia 8 casos positivos de coronavírus e total sobe para 16
Caixa lança site para solicitar auxílio emergencial de R$ 600
Sindicatos poderão validar suspensão de contrato e redução de salário, decide ministro do STF
© 2019 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn