Ourinhos,
Anuncie Aqui | Fale Conosco | Notícias no What’s (14) 99637-3212

Postado em 23/06/2019 às 14:33

Aposentado é vítima de golpe em Ourinhos

Golpistas tiveram acesso ao cartão e senha da conta do aposentado. Vítima diz que sua conta estava sem saldo e isso pode ter frustrado ação criminosa.

    0153770001561311317.jpg

 

 

Um aposentado de 69 anos, morador no Jardim Itamaraty em Ourinhos, foi vítima de dois falsários, que tentaram lhe passar um golpe, na última sexta-feira, 21.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B. O.), o aposentado contou que estava sentado em um banco da Praça Mello Peixoto, no centro de Ourinhos, na última sexta, quando por volta das 15h, foi abordado por um homem aparentando ter cerca de 35 anos,  “moreno”, magro, estatura mediana, sentou-se ao seu lado e passou a lhe fazer perguntas do tipo: “se era aposentado, quanto recebia”, depois disse que o aposentado “tinha direito a um benefício do governo que vencia naquele dia e teria que sacar no banco, se não perderia”.

Em seguia chegou um outro rapaz mais jovem, pardo, aparentando ter 18 anos, estatura média, magro, vestia calça branca, com papeis na mão, o qual confirmou o que o primeiro havia lhe falado e em seguida foi embora, ficando só o primeiro com o idoso na praça. O primeiro então acionou um mototáxi para buscar o aposentado na praça e leva-lo até sua casa no Itamaraty, para que o idoso pegasse o seu cartão bancário e sua senha e que o esperaria no banco.

O aposentado obedeceu as recomendações e entregou o seu cartão e a senha ao falsário, que foi até o caixa eletrônico passou o cartão e efetuou algumas operações, demorando cerca de 15 minutos. Mas o aposentado afirmou que não havia saldo na conta, pois é uma conta benefício do INSS.

Depois que saíram da agência, o aposentado contou que o homem foi até um “orelhão”, no calçadão de Ourinhos, onde pediu o CPF da vítima, o qual entregou ao homem, que fez uma ligação e começou a “falar baixinho” com alguém na linha e depois o suposto golpista disse: “tá certo, pode ir embora”. Ele teria devolvido apenas o CPF e ficado com o cartão bancário da vítima.

A vítima contou que foi embora de ônibus, enquanto  que o suposto golpista foi embora andando, a pé.  

O caso de estelionato está sendo investigado pela Polícia Civil de Ourinhos e niguém foi preso. Fica o alerta.

 

Veja Também

Covid-19: ANTT atualiza medidas sanitárias no transporte interestadual
Robson Martuchi conclama empresários para retorno consciente que garanta subida de faixa
DIG de Ourinhos esclarece homicídio e prende acusado de matar homem em plena Praça Mello Peixoto
Conversa entre Bolsonaro e Capitão Augusto pode definir recriação do Ministério da Segurança Pública
© 2019 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn