Ourinhos,
Anuncie Aqui | Fale Conosco | Notícias no What’s (14) 99637-3212

Postado em 02/03/2021 às 20:13

Casal aponta descaso no atendimento preventivo da Covid-19 em Ourinhos

Homem foi ao posto de saúde e médica receitou apenas remédio para diminuir a febre. Após realizar o teste rápido, não conseguiu o resultado e precisou comprar um teste particular que confirmou sua contaminação.

    0863364001614727153.jpeg

Um casal de Ourinhos usou as redes sociais nesta terça-feira, 2, para denunciar o que eles chamaram de grande descaso na saúde pública da cidade, que atinge principalmente o atendimento preventivo contra a Covid-19.

Na faixa dos 30 anos e com uma bebê em casa, o casal relatou sua preocupação com o novo coronavírus, já que membros da família tiveram a Covid-19. A mulher um relato explicativo, que evidencia a falta de estrutura na rede pública de saúde municipal de Ourinhos.

“Meu marido foi fazer o teste no posto de saúde, a médica que atendeu ele disse que não tinha nada receitou só dipirona e mandou para casa, porém ele quando foi pegar o remédio no postinho a médica do Covid conversou com ele e a mesma falou que absurdo, você tem sim que fazer o exame, mas o mesmo demora 5 dias para sair o resultado. Saiu do posto sem medicação e apenas orientado a ficar de máscara perto de mim e da minha filha até terça (que seria hoje).

Eu pedi para ele subir e fazer o teste de farmácia pois não dá para esperar 5 dias do jeito que ele estava (e já sabendo que quase todos da minha família também estavam).

O da farmácia deu o positivo que já imaginávamos, seguimos os protocolos e as medicações que minha família já estavam tomando, para cuidar dele.

Hoje ele foi até o posto para pegar o resultado e para o desrespeito e pouco caso com o ser humano estão sem sistema e simplesmente mandam você voltar outro dia.

Questões:

Se ele é uma pessoa sem algum tipo de orientação poderia estar por aí transmitindo o vírus, pois em momento algum o orientaram a ficar em isolamento (afinal não tem resultado de exame né?)

Se não tem condições financeiras não faria um teste na farmácia (que não é barato sabemos disso) e não teria dinheiro para comprar e tomar os medicamentos (já que no posto está em falta e você só consegue pegar o dia que chega).

As pessoas estão morrendo por falta de humanidade, por falta de informação, por falta de empatia, por falta de medicamentos e por ai vai...

Estamos com uma pessoa da nossa família entubada, estamos vivendo realmente um dia de cada vez e ainda ter tanto descaso é o fim mesmo.

E pelo que vi não é somente ele que passou por isso no posto de saúde, já vi pessoas reclamando da falta de atendimento e atenção com esse vírus.

Pessoas estão na rua transmitindo o vírus e a própria prefeitura colabora com isso.

Até quando será assim?

Pessoas morrendo e pessoas sem atendimento digno.

Quem me conhece sabe muito bem que não gosto de expor nada e muito menos de dar pitaco na Internet.

Mas é revoltante o que está acontecendo e não vejo outro lugar para reclamar se não expor aqui e ajudar a conscientização de algumas pessoas para que possam correr atrás de informações e poder se "salvar" caso precisem ou sintam que estão com esse vírus.

Sei que virão comentários maldosos e que expondo aqui estou sujeita a críticas, mas a intenção aqui é conscientizar que muitos estão ai transmitindo esse vírus e aonde nos mandam ir para fazer teste e poder ser orientados. Está um descaso.

Desculpem o desabafo e obrigada os que estão do nosso lado”, relatou a mulher.

O marido também desabafou:

“Hoje eu entendo pq (sic) tanta gente morre com o covid.

5 dias para sair o resultado do exame e complicado ,5 dias tomando dipirona ?como em uma farmácia o exame sai em minutos e no posto de atendimento 5 dias ?????

Vocês quer mata o povo mesmo só pode

A pessoa que não tem conhecimento e depende dos postos tá enrolada”.

O Passando a Régua procurou a assessoria da Prefeitura, mas até o fechamento desta matéria não conseguiu nenhum posicionamento sobre o atendimento.

Ourinhos é um dos municípios recordistas de casos de Covid-19 na região, com 6.355 confirmações e 109 óbitos registrados. 

Veja Também

STF mantém anulação das condenações de Lula
ANTT autoriza reajuste da tarifa de pedágios da BR-153 na região
Vacinação Covid: Ourinhos mantém aplicação em profissionais da educação acima de 47 anos e mantém em idosos de 67 anos ou mais
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
© 2019 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn